Loading
COM_CONTENT_CREATED_DATE_ON

Dor no Joelho? Entenda uma das causas

O que é condromalácia patelar?

Patela é o nome do osso em forma de disco na frente do joelho e que se articula com o fêmur, o osso grande da coxa. Entre a patela e o fêmur tem um revestimento de cartilagem, que funciona como um amortecedor. Condromalácia patelar é o enfraquecimento dessa cartilagem que fica dentro da articulação entre a patela e o fêmur.

Por que alguém desenvolve condromalácia patelar?

Por uma série de motivos: trauma, desalinhamento dos ossos, disfunção do músculo da coxa, hipermobilidade, exercício errado ou excessivo, alterações anatômicas, etc.

É um tipo de câncer?

Não, longe disso. A condromalácia patelar é um tipo de síndrome dolorosa femoropatelar e definitivamente não é câncer. Contudo, alguns tipos de tumores ósseos podem se apresentar com os mesmos sintomas, por isso, uma avaliação médica é sempre recomendada.

Vou ficar com a perna torta ou incapaz?

Não. A condromalácia patelar não causa deformidades, nem sequelas graves. Em algumas pessoas, pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de artrose do joelho ou dor crônica, principalmente naquelas com hipermobilidade, idade avançada ou envolvimento dos dois joelhos. Mas na imensa maioria dos casos, a evolução é boa, com melhora da dor.

Será que meus sintomas são mesmo de condromalácia patelar?

Dor atrás, dentro ou em torno da patela é a queixa mais frequente. Ela pode aparecer depois de ficar muito tempo com o joelho dobrado (sentado, por exemplo), ou ao subir ou descer escadas, correr ou se agachar. Algumas pessoas podem sentir também uma rigidez ou dificuldade de mexer o joelho, após longos períodos sentadas.

Tem cura?

Apesar de não ter como refazer a cartilagem enfraquecida, com o tratamento é possível diminuir a dor e permitir uma vida normal. Porém, é importante saber que a dor pode voltar e que os fatores que causaram o seu surgimento antes devem ser sempre evitados.

Quem devo procurar para me tratar: o reumatologista ou o traumatologista?

Ambossão capazes de tratar pacientes com condromalácia patelar. A diferença fundamental entre o reumatologista e o traumatologista é que somente o traumato pode operar o joelho.

Como se trata a condromalácia patelar?

A fisioterapia é o principal tratamento da condromalácia patelar. Um programa que envolva fortalecimento e alongamento de determinados músculos da perna e quadril tem resultados muito bons quase sempre. O uso de palmilhas parece ajudar nos casos em que há desalinhamento dos pés. Além disso, podem ser usadas medicações para controlar a dor, mas sempre com orientação médica.

Vou precisar de cirurgia?

A cirurgia só deve ser considerada nos casos de condromalácia patelar que não melhoram depois de 6 a 12 meses de tratamento. Além disso, é preciso que haja uma alteração anatômica claramente conhecida para se pensar em operar. Mesmo assim, não existem evidências fortes de que a cirurgia seja melhor do que o tratamento conservador.

Como a condromalácia patelar muda a minha vida?

Na verdade, a mudança vai depender da causa da dor. É preciso buscar o (s) fator (es) responsável (is) e revertê-lo (s). Alguns atletas devem adotar programas específicos de recuperação para manterem suas atividades esportivas sem prejuízo futuro. Alguns hábitos como subir e descer escadas, agachar-se e correr longas distâncias costumam ser prejudiciais e devem ser evitados.

Dr. Rafael Chakr–Reumatologista

Últimas Notícias

Contato Rápido

E-Mail:
contato@biofisio.NET 
Fone:
51 3024-7989 | 3209-7989 | 9230-9287

Facebook